Horário de atendimento
Segunda à sexta
Das 8h às 12h | das 13h às 18h

+ 55 47.3035 0600
+ 55 47.3338 1234
falecom@interparce.com

Rua Wilhelm Grosskreutz, 497
Água Verde | Blumenau | 89042-010
Santa Catarina | Brasil

Image Alt

Sistemas Antifurto

Sistemas Antifurto

Quando utilizamos a expressão SISTEMAS ANTIFURTO é importante lembrarmos que ela traduz um CONJUNTO DE SISTEMAS e não apenas ANTENAS E ETIQUETAS ELETRÔNICAS ANTIFURTO. Esses dois itens são apenas ferramentas de um todo. É claro que em alguns segmentos de varejo e lojas menores, eles são essenciais e terão um resultado mais satisfatório que outras ferramentas, mas nem sempre são suficientes.

Outros procedimentos, materiais e equipamentos também fazem parte deste “pacote”:

    • Treinamento dos colaboradores;
    • Câmeras de CFTV;
    • Alarmes;
    • Cadeados eletrônicos;
    • Espelhos de segurança.

 

VEM – VIGILÂNCIA ELETRÔNICA DE MERCADORIAS (OU AS CONHECIDAS ETIQUETAS E ANTENAS ANTIFURTO)

Utilizada por todos os segmentos de varejo, as etiquetas podem se apresentar como rígidas ou adesivas. As etiquetas rígidas são mais utilizadas em roupas, calçados e bolsas, além de garrafas e óculos. Já as adesivas, são mais usadas em livros, linha de perfumaria, encartelados, brinquedos, embalagens, etc. Também é possível que roupas e calçados sejam protegidos com etiquetas adesivas na linha de produção, ou seja, já costuradas nas peças durante o processo produtivo.

 

Atualmente, as ANTENAS e ETIQUETAS ANTIFURTO estão disponíveis em 4 tecnologias:

    • RF (radiofrequência) – a mais tradicional das tecnologias, portanto a mais econômica, pode utilizar etiquetas rígidas e adesivas e é encontrada em lojas de todos os segmentos e portes, como supermercados, drogarias, livrarias, lojas de conveniências, departamentos, confecções, calçados, acessórios, brinquedos, presentes, bibliotecas, padarias, restaurantes, home centers e outros;
    • RFID (radiofrequência identificada) – não é meramente uma tecnologia antifurto e sim a tecnologia que irá substituir o nosso atual código de barras, a chamada etiqueta inteligente, onde um chip é capaz de armazenar milhares de informações sobre o produto, inclusive a informação antifurto (se o produto foi pago corretamente ou não). A tecnologia RFID já é utilizada no Brasil em vários setores, mas principalmente na logística, onde o produto pode ser acompanhado por toda a cadeia de suprimentos;
    • AM (acusto-magnético) – menos suscetível a objetos metálicos e metalizados, esta tecnologia que também opera com etiquetas rígidas e adesivas, é mais utilizada em super e hipermercados (já que em alguns países, como o Brasil, os carrinhos são de metal), mas também pode ser utilizada em qualquer outro segmento citados anteriormente;
    • EM (eletromagnética) – também usada no varejo em geral, esta tecnologia é mais utilizada por bibliotecas, uma vez que a etiqueta adesiva pode ser desativada e reativada várias vezes e, dentro de um livro, fica imperceptível, quase invisível. Nesta tecnologia não se utiliza etiqueta rígida.

 

Já para exposição da linha de tecnologia e de alto valor agregado, como tablets, smartphones, celulares e notebooks, utilizam-se os Sistemas de superexposição de eletrônicos que incluem CADEADOS ELETRÔNICOS, centrais de alarme coletivas ou individuais com cabos e, alguns modelos, com alimentação simultânea do item exposto. A INTERPARCE fabrica a linha Protect desde 2004 e também comercializa uma linha de cadeados importados. O principal benefício desses equipamentos é tornar a exposição desses produtos mais agressiva, fazendo o consumidor “degustar” o produto, aumentando expressivamente suas vendas. Há relatos de clientes que conseguiram aumentar em mais de 400% as vendas de notebooks, por exemplo.

A INTERPARCE comercializa todas as tecnologias disponíveis no mercado e citadas já citadas. Teremos um enorme prazer em orçar seu projeto com a tecnologia que melhor se aplica ao seu negócio e as suas necessidades.